Utilização de uma Rede LTSP

As inovações tecnológicas estão se desenvolvendo em uma velocidade cada vez maior  ao  longo do  tempo,  e uma questão  importantíssima  a  ser discutida  é o que fazer com as criações ultrapassadas, que já não atendem a demanda dos consumidores e não suportam os novos softwares com funções aperfeiçoadas. O lixo eletrônico merece uma  atenção  especial  de  todos,  pois  ao  descartarmos  as  tecnologias  não  tão  usuais, estamos  cultivando  um  problema  ambiental,  desafio  não  só  para  os  pioneiros  em criações tecnológicas, mas sim para todo o planeta.

Partindo desse ponto,  foi desenvolvido um projeto  com o principal  intuito de  reaproveitar  as máquinas  antes  consideradas  inúteis,  que  ainda  podem  ser  ótimas ferramentas  em  áreas  onde  não  se  pode  ou  não  há  capital  suficiente  para  investir  em máquinas  pioneiras  no  mercado.  O  projeto  consiste  basicamente  na  criação  de  um Servidor  LTSP  (Linux  Terminal  Server  Project),  que  faz  com  que  os  terminais conectados  a  ele  possam  ser  reaproveitados,  ou  seja,  os  terminais  não  necessitam  de grandes configurações de hardware.

Os  terminais  carregam  uma  “cópia”  do  Servidor  LTSP  no  ato  do  boot, assim, as  estações na verdade,  fazem  todo o processamento no próprio  servidor. Com isso, requer ao servidor uma configuração um pouco melhor, mas aos terminais não.

Esse servidor é formado por vários protocolos que permitem a configuração dinâmica de  terminais  através do endereço  IP,  transferência de pacotes, utilizado para transferir  pequenos  ficheiros  entre  hosts  na  rede,  compartilhamento  de  arquivos  e diretórios  entre  estações  conectadas  em  rede,  além  do  compartilhamento  do  desktop utilizado.

Essa  tecnologia  pode  ser  utilizada  em  escolas,  bibliotecas,  centros comunitários, projetos sociais, ajudando em processos de inclusão digital, além de fazer o  reaproveitamento  de  máquinas  antigas,  diminuindo  o  investimento  em  máquinas pioneiras,  aliado  a  preocupação  ecológica  de  reduzir  o  lixo  eletrônico  e  dar  um  novo destino às maquinas que iriam ser descartadas no meio-ambiente.

Escrito por:

Fabrício Geraldo Araújo, formado em Sistemas de Informação, tema do trabalho de conclusão de curso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s