Silêncio

silence

Por favor, silencie-se!

Fale por você ou simplesmente, silenci-se!

A necessidade do silêncio como forma de nos ouvirmos, distancia-nos nas entrevadas ruas burbulhentas de ruídos melancólicos e exaltações descontroladas, fazendo com que a marionete dance a todo momento.

Até quando aguentaremos? As impostulas discurssões à cerca de vários assuntos desvia-nos de nossos caminhos, silencie-se!

Fale na medida da medida da necessidade quando está necessitar de ser imposta, distancie-se!

Afaste-se para que consiga observar os fatos, não fique simplesmente próximo se o próximo não satisfaz as premissas que você impõe a si mesmo, selecione!

Murmúrios de choro, lamentam o que a simples lógica explica, silencie-se e acorde, afaste-se e observe, veja o que os sons estam ocultandos, pois enxergarmos e escutarmos com outros sentidos.

Até que ponto levaremos ou até que ponto será levado?

Saia para Marte e se possível não leve ninguém consigo, acho que não, provavelmente a Nasa já está por lá,  novos ruídos começaram e o silêncio que procuramos, pode ser que esteja em Saturno, Vênus ou em qualquer lugar do Universo, mas principalmente dentro de nós, no nosso Universo.

Conforte-se em ti e silencie-se em ti!

Até a próxima e por favor, silencie-se!

Um comentário sobre “Silêncio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s