Banda larga: as diferenças entre ADSL, Cabo, Rádio, 3G e Satélite

Aprenda um pouco sobre as vantagens e desvantagens de cada tipo de conexão.

Com o advento da banda larga, surgiram diversos tipos de conexão: ADSL, Cabo, Rádio, 3G, Satélite… apesar de todas serem mais velozes que a internet discada, você sabe a diferença entre elas? Sabe qual é a mais adequada às atividades que você exerce em frente ao computador?

Este artigo pretende elucidar a você, caro leitor, as principais características das conexões de banda larga mais populares – bem como suas vantagens e desvantagens.

ADSL

O significado de ADSL é Asymmetric Digital Subscriber Line, ou “Linha Digital Assimétrica para Assinante”. A palavra chave aqui é “assimétrica”, pois define a forma como a conexão lida com o fluxo de informações: maior em um sentido que em outro (em outras palavras, a velocidade de download é maior que a de upload).

Esse tipo de conexão funciona a partir de uma linha telefônica, com a vantagem de possibilitar ao usuário navegar ao mesmo tempo em que conversa por telefone (ao contrário da internet discada); para evitar a interferência de uma com a outra, normalmente é utilizado um filtro de linha.

Vantagens:

* A largura da banda varia muito pouco, sofrendo algumas reduções apenas nos horários de pico;

* Não ocupa a linha telefônica;

* Variedade na largura da banda (256 Kbps, 512 Kbps etc.) por preços acessíveis;

* Bom desempenho em jogos online ou outros serviços que exijam troca rápida de informações.

Desvantagens:

* Sua instalação necessita a existência prévia de cabeamento telefônico;

* Péssima para empresas e para servidores (de jogos ou afins), devido à velocidade limitada de upload.

Cabo

A internet a cabo funciona de forma semelhante à ADSL, com algumas diferenças básicas: a primeira é que não há assimetria no envio e recebimento de informações (as velocidades de download e upload são iguais); além disso, a estrutura utilizada não é a telefônica, mas sim o cabeamento da televisão.

O Cabo e a ADSL são os principais tipos de conexão disponíveis aos usuários domésticos. Sua supremacia, no entanto, vem sendo fortemente ameaçada com a recente expansão dos serviços de fibra ótica e internet móvel.

Vantagens:

* Ótima para o uso de torrents e afins, já que a boa velocidade de upload facilita a obtenção de IDs altas;

* Não necessita a existência de linha telefônica instalada;

* Permite altíssimas velocidades de download nos horários não-convencionais (como no meio da madrugada).

Desvantagens:

* Necessita a existência de cabeamento de televisão e modem específico;

* A velocidade da conexão pode sofrer reduções drásticas em horários de pico (como às 15h).

Rádio

A conexão via rádio funciona sem fios, através da repetição de sinais feita por antenas em locais estratégicos. Para que seja possível tal conexão, o local onde a antena de recepção será instalada precisa “enxergar” (não pode haver barreiras, como prédios) a torre de transmissão. Isso explica porque a instalação é feita no topo dos edifícios.

O recebimento do sinal é feito de forma centralizada (na empresa ou no condomínio que contratou o serviço), e a partir daí a conexão é distribuída entre os diversos clientes/usuários.

Vantagens:

* Não há a necessidade de instalar cabeamento, já que a conexão é sem fio;

* Não precisa de modem, pois o sinal é distribuído internamente (via rede) – apenas uma placa de rede (disponível em quase todas as placas-mãe) já é suficiente;

* Não precisa de provedor;

* Velocidades altíssimas de download, se forem feitas as configurações adequadas.

Desvantagens:

* Nem todas as prestadoras de serviço a rádio oferecem suporte adequado;

* Barreiras próximas à antena podem atrapalhar (e muito) a conexão;

* Baixo desempenho em torrents, já que na maioria das vezes o usuário não tem um IP para sua máquina (o que impossibilita a obtenção de IDs altas);

* A supracitada ausência de IP também impossibilita a criação de um servidor (de jogos ou afins);

* Quando chove, a velocidade da conexão é reduzida drasticamente (torna-se praticamente nula).

3G

Tecnologia que chegou recentemente ao Brasil, sua definição é simples: 3ª Geração. Funciona, assim como a internet a rádio, sem a necessidade de fios; por se tratar de uma tecnologia móvel, vem sendo oferecida por diversas empresas de telefonia celular (às quais é mais simples fazer a distribuição do sinal, visto que já contam com a infraestrutura necessária).

Além dos aparelhos celulares que contam com a tecnologia embutida (permitindo navegar em alta velocidade), há também os modems 3G; esses podem ser acoplados a notebooks, por exemplo, propiciando uma conexão de banda larga mesmo para usuários em movimento.

Vantagens:

* Possibilidade de efetuar vídeo chamadas;

* Velocidade de conexão de até 7 Mbps;

* Tecnologia móvel, ou seja, você pode se conectar à internet dentro de um carro em movimento (ou na praia, na faculdade…).

Desvantagens:

* As taxas para obtenção do serviço ainda são consideravelmente altas;

* Área de cobertura restrita, devido à recente implantação do serviço;

* A velocidade da conexão pode cair pela metade para usuários em movimento (em comparação a usuários parados).

Satélite

A internet via satélite é comumente utilizada em locais nos quais a internet convencional não está disponível, ou nos casos em que o usuário do serviço está em movimento constante (tal qual carros, ou navios em alto mar). Sua área de abrangência é mundial, já que satélites ficam no espaço e têm, dessa forma, alcance ampliado.

Para utilizar a tecnologia, é necessário ter uma antena (semelhante a uma parabólica), cujo custo é bem elevado. A velocidade desse tipo de conexão é extremamente alta, mas com um porém: devido à enorme distância entre o emissor e o receptor, a troca de informações é feita em grandes pacotes; isso permite um desempenho muito satisfatório para downloads, mas a demora entre o recebimento de um pacote e outro a torna inviável para a prática de atividades que envolvam respostas rápidas (como jogos online em tempo real).

Vantagens:

* A maior velocidade de download dentre todos os tipos de conexão;

* A maior área de cobertura possível, sendo possível o acesso à internet até mesmo no meio da floresta amazônica;

* Garantia da largura da banda.

Desvantagens:

* É uma tecnologia extremamente cara;

* Há a necessidade de ter uma antena específica, também bem cara;

* Não há muitos provedores existentes para esse tipo de serviço.

Fonte: http://www.baixaki.com.br/info/1676-banda-larga-as-diferencas-entre-adsl-cabo-radio-3g-e-satelite.htm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s